Categoria: José Guilherme Ferreira, Mais Destaques

Tempestades de areia: o Dust Bowl é aqui !

Fenômeno registrado em cidades de São Paulo é comparado àqueles que durante 10 anos devastaram o planalto central dos EUA na década de 1930

José Guilherme R. Ferreira • Publicado em 28/09/2021, às 15:54 • Atualizado em 28/09/21, às 16:21




Reprodução/Internet

O ciclista acelera as pedaladas. Indefeso, tenta escapar de uma nuvem preta-avermelhada que avança em sua direção velozmente e vai engoli-lo a qualquer momento. A tempestade de areia escurece tudo e o alcança. Mesmo desconcertado com a violência das rajadas, consegue fazer o registro para as redes sociais. Esse cenário catastrófico de fim de mundo ocorreu na tarde do último domingo (26) na região norte do Estado de São Paulo. A “tempestade desértica” varreu cidades como Guaíra, Ribeirão Preto, Franca, Orlândia, Jardinópolis e Viradouro, levando susto a seus moradores. Depois da areia, a chuva pesada. Os meteorologistas tinham a resposta pronta: seca de mais de 100 dias e um vento de 100 km/h foi um casamento perfeito para o fenômeno. Tempestades semelhantes foram registradas também em outros estados brasileiros, com destaque para aqueles onde a agricultura “prospera”.Ficam sempre faltando nas explicações, entretanto, o relato sobre os antecedentes, a “ficha corrida” da situação: queimadas, desmatamento, uso intensivo e indiscriminado do solo, assoreamento de rios, exploração ilegal de minérios. Essas as reais “fábricas” da poeira que embaçou o fim de semana.

Dust Bowl brasileiro

Walter Falceta, do Jornalismo e Cidadania, chegou a comparar essas tempestades brasileiras àquelas que trouxeram calamidade ao planalto central americano na década de 1930. No texto “O Horror do Dust Bowl brasileiro”, ele escreve que frequentes tempestades de areia arrebentaram a economia norte-americana e deixaram as terras inférteis por décadas. As secas prolongadas, efeitos de conjunturas climáticas, foram fatores preponderantes nessa derrocada agrícola e humana. Estudos recentes, entretanto, mostram o nada desprezível peso da ação do homem nesse drama que abalou os Estados Unidos de Roosevelt.

A história registrou uma corrida desatada para a produção. “A necessidade de alimentar a Europa do pós-guerra e redirecionar o investimento governamental e força de trabalho fizeram com que os Estados Unidos abrissem uma ferida gigantesca no solo, plantando indiscriminadamente ao longo de toda faixa central do país”, escreveu Lucas Coelho. Houve também uma certa entrega mística dos campos ressequidos aos céus, sem necessários cuidados de manejo, na base do “Deus segue o arado”. A seca encarregava-se de produzir areia a partir desses terrenos abertos sem medida.

Steinbeck

Quem já leu o romance Vinhas da Ira, de John Steinbeck, tem o retrato visceral da família de “okies” (como eram chamados os refugiados da área do Dust Bowl) em toda a sua miséria. Durante cerca de 10 anos, as tempestades de areia foram uma constante. Milhares foram as vítimas com problemas respiratórios.  As rajadas de areia tinham potência para cruzar estados, atingindo navios no Oceano Atlântico. Chegaram a riscar a estátua da Liberdade, em Nova York. Era um sinal. As tempestades de São Paulo também são.

Mais informações sobre o Dust Bowl: https://www.history.com/topics/great-depression/dust-bowl



Acompanhe nossas notícias de forma mais rápida em seu celular pelo Google News. Clique aqui e siga a SP Rio +.

Publicidade

Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da SP Rio +. A responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas noticias
Cidades

Taubaté inicia ações de acolhimento de pessoas em situação de rua neste inverno

Foto: Divulgação/PMT
 
 
A Prefeitura de Taubaté, através da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social (SEDIS), iniciou a “Operação Inverno 2022”, uma …

1 dia atrás
Esporte

Joseense e Manthiqueira encerram primeiro turno da Bezinha dentro do grupo dos classificados

Foto: Bruno Motta
Dentro do Z-3! Atlético Joseense e Manthiqueira encerraram o primeiro turno do Grupo 5 do Campeonato Paulista da …

1 dia atrás
Cidades

Em meio a greve de funcionários, Caraguatatuba transfere para junho as audiências públicas sobre o Transporte Público

Foto: Luís Gava/PMC
Em meio a greve no transporte público, a Prefeitura de Caraguatatuba transferiu para os dias 1°, 2 e …

2 dias atrás
Economia

Boletim Braúna Investimentos – Edição 20/05/2022

O Assessor de investimentos, Douglas Froemming traz dicas importantes sobre o mercado financeiro nesta sexta-feira (20), através do boletim Braúna …

2 dias atrás
Cidades

Guratinguetá amplia sistema de captação de águas pluviais no bairro Portal das Colinas

Foto: Divulgação/PMG
A Prefeitura de Guaratinguetá iniciou nesta semana a ampliação do sistema de captação de águas pluviais na intersecção das …

2 dias atrás
Cidades

Bairro Conjunto 1° de maio, em Jacareí, recebe cinema itinerante neste domingo

A Fundação Cultural de Jacarehy (FCJ) leva neste domingo (22), às 19h, o Cinema Itinerante para o bairro Conjunto 1º …

2 dias atrás
Cidades

Termina hoje prazo de adesão ao Programa de Recuperação Fiscal de Ubatuba

Foto: Divulgação/PMU
O prazo para a adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis Municipal 2022) da Prefeitura de Ubatuba termina nesta …

2 dias atrás
Cidades

Taubaté inicia obras de execução de galeria de aduelas na Estrada das Sete Voltas

Foto: Divulgação/PMT
A Prefeitura de Taubaté iniciou nesta semana as obras para execução de galeria de aduelas para travessia no km …

2 dias atrás
Cidades

Biblioteca Municipal de Jacareí abre vagas para cursos de mídias digitais para pessoas acima dos 50 anos

Foto: Prefeitura Municipal de Jacareí
A Biblioteca Municipal Macedo Soares, em Jacareí, abrirá inscrições na próxima semana para novas turmas das …

2 dias atrás
Cidades, Destaque

Funcionários do transporte público de Caraguatatuba entram em greve nesta sexta-feira

Foto: Luiz Gava/PMC
Funcionários da ‘Praiamar’, empresa responsável pelo transporte público e coletivo de Caraguatatuba, entraram em greve na manhã desta …

3 dias atrás