Categoria: Geral

Média anual de raios deve subir de 77,8 para 100 milhões no Brasil

País se mantém na liderança de incidência de raios

Por Pedro Peduzzi - Repórter da Agência Brasil - Brasília • Publicado em 23/01/2022, às 19:42 • Atualizado em 23/01/22, às 19:42




Foto: REUTERS/Amanda Perobelli

O Brasil lidera o ranking de países com incidências de raios, com uma média de 77,8 milhões de registros por ano. O número, no entanto, é pequeno, se comparado ao total registrado nos dois últimos anos. Em 2021, caíram 154 milhões de raios em território brasileiro. Em 2020 foram 126 milhões. A expectativa é de que, ao final deste século, que a média brasileira seja de 100 milhões de raios por ano, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE).

De acordo com o coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosféricas do Inpe, Osmar Pinto Júnior as mudanças climáticas influenciam esse fenômeno, uma vez que “tempestades e raios aumentam devido à umidade do ar e altas temperaturas”.

Ele acrescenta que a incidência fica ainda maior durante a primavera e o verão, temporada que é mais propícia para esse tipo de fenômeno.

A liderança brasileira no ranking de incidência de raios por ano não é pequena. O segundo lugar, ocupado pela República Democrática do Congo, onde incidem, anualmente, 43,2 milhões de raios. Em terceiro lugar estão os Estados Unidos, com 35 milhões de raios por ano, seguidos de Austrália (31,2 milhões de raios), China (28 milhões) e Índia (26,9 milhões).

Sobre a incidência de raios observada no final do século 21 no Brasil, o coordenador do Inpe explica que, segundo a literatura, ela foi feita a partir da relação dos raios com algumas condições meteorológicas previstas pelos Modelos Climáticos Globais (MCG).

“Estes modelos, diferentemente dos modelos meteorológicos rotineiramente utilizados na previsão do tempo, permitem estimar as condições meteorológicas para períodos mais distantes, da ordem de décadas. Para minimizar as incertezas nos resultados gerados pelo MCG, rodamos o modelo 12 vezes considerando pequenas diferenças na evolução das condições ambientais e calculamos a média dos resultados”, disse ele à Agência Brasil.

O estudo, acrescenta o coordenador, utiliza um cenário de emissões de gases do efeito estufa que “corresponde a não haver nenhuma mudança significativa nas emissões” nas próximas décadas, o que hoje parece, segundo ele, ser o mais provável.

“Neste cenário é esperado um aumento da temperatura média global de quatro graus Celsius até o final do século, em relação ao período de 1961 a 1990”, acrescenta. Ainda segundo o especialista, “o padrão geral da distribuição geográfica dos raios no país não deve se alterar até o final do século, com a região norte mantendo a maior incidência e a região nordeste a menor incidência”.

A expectativa é de que as maiores altas na ocorrência de raios ocorram na Região Norte (50%). Já a Região Nordeste deve sofrer pequeno crescimento (10%). “As demais regiões devem ter aumentos na ocorrência de raios entre 20% a 40%. Aumentos maiores podem ocorrer em pequenas regiões localizadas”, acrescentou.

“Dessa forma, a atual incidência de 70 milhões de raios por ano no país deve aumentar para 100 milhões de raios por ano”, completou.



Acompanhe nossas notícias de forma mais rápida em seu celular pelo Google News. Clique aqui e siga a SP Rio +.

Publicidade

Deixe seu comentário:
Os comentários não representam a opinião da SP Rio +. A responsabilidade é do autor da mensagem.


Últimas noticias
Cidades

Taubaté inicia ações de acolhimento de pessoas em situação de rua neste inverno

Foto: Divulgação/PMT
 
 
A Prefeitura de Taubaté, através da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social (SEDIS), iniciou a “Operação Inverno 2022”, uma …

1 dia atrás
Esporte

Joseense e Manthiqueira encerram primeiro turno da Bezinha dentro do grupo dos classificados

Foto: Bruno Motta
Dentro do Z-3! Atlético Joseense e Manthiqueira encerraram o primeiro turno do Grupo 5 do Campeonato Paulista da …

1 dia atrás
Cidades

Em meio a greve de funcionários, Caraguatatuba transfere para junho as audiências públicas sobre o Transporte Público

Foto: Luís Gava/PMC
Em meio a greve no transporte público, a Prefeitura de Caraguatatuba transferiu para os dias 1°, 2 e …

2 dias atrás
Economia

Boletim Braúna Investimentos – Edição 20/05/2022

O Assessor de investimentos, Douglas Froemming traz dicas importantes sobre o mercado financeiro nesta sexta-feira (20), através do boletim Braúna …

2 dias atrás
Cidades

Guratinguetá amplia sistema de captação de águas pluviais no bairro Portal das Colinas

Foto: Divulgação/PMG
A Prefeitura de Guaratinguetá iniciou nesta semana a ampliação do sistema de captação de águas pluviais na intersecção das …

2 dias atrás
Cidades

Bairro Conjunto 1° de maio, em Jacareí, recebe cinema itinerante neste domingo

A Fundação Cultural de Jacarehy (FCJ) leva neste domingo (22), às 19h, o Cinema Itinerante para o bairro Conjunto 1º …

2 dias atrás
Cidades

Termina hoje prazo de adesão ao Programa de Recuperação Fiscal de Ubatuba

Foto: Divulgação/PMU
O prazo para a adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis Municipal 2022) da Prefeitura de Ubatuba termina nesta …

2 dias atrás
Cidades

Taubaté inicia obras de execução de galeria de aduelas na Estrada das Sete Voltas

Foto: Divulgação/PMT
A Prefeitura de Taubaté iniciou nesta semana as obras para execução de galeria de aduelas para travessia no km …

2 dias atrás
Cidades

Biblioteca Municipal de Jacareí abre vagas para cursos de mídias digitais para pessoas acima dos 50 anos

Foto: Prefeitura Municipal de Jacareí
A Biblioteca Municipal Macedo Soares, em Jacareí, abrirá inscrições na próxima semana para novas turmas das …

2 dias atrás
Cidades, Destaque

Funcionários do transporte público de Caraguatatuba entram em greve nesta sexta-feira

Foto: Luiz Gava/PMC
Funcionários da ‘Praiamar’, empresa responsável pelo transporte público e coletivo de Caraguatatuba, entraram em greve na manhã desta …

2 dias atrás